Quem somos

O grupo de pesquisa Processos comunicacionais: epistemologia, midiatização, mediações e recepção – PROCESSOCOM trabalha na fundamentação, construção e sistematização de investigações cientí­ficas na área das Ciências Sociais Aplicadas, e mais especificamente, em Comunicação.

Tem como linha central a formação de pesquisadores numa perspectiva transformadora e explora, em termos metodológicos, uma epistemologia crí­tica que busca articular sabedorias milenares com estratégias inovadoras para a resolução de problemas de relevância social histórica e polí­tica.

Está vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos – Unisinos, São Leopoldo, Rio Grande do Sul.

Visite também a nossa página na CAPES/CNPq e da Rede Amlat.

Repercussões dos trabalhos do PROCESSOCOM

1 – Fundamentação, construção e sistematização de problemáticas científicas, mediante a produção de investigações compartilhadas que gerem conhecimento qualificado sobre os processos comunicacionais/midiáticos contemporâneos.

2 – Formação de pesquisadores e auxiliares em nível superior, aperfeiçoando competências em pesquisa acadêmica e contribuindo para melhorar a investigação científica na área de comunicação.

3 – Socialização de conhecimentos por meio de seminários, colóquios, encontros, palestras, aulas, cursos, publicações e produtos midiáticos.

4 – Fortalecimento da integração ibero-americana, tanto no diálogo com grupos de investigação em comunicação. Em especial da Universidad Autónoma de Barcelona (UAB);Universidade Nacional de Córdoba (Argentina); Universidade Nacional Experimental Simón Rogríguez (Venezuela); Universidades de Guadalajara e ITESO (México); Universidad Politécnica Salesiana (Equador), Universidade de Coimbra (Portugal), Universidade Andina Simón Bolívar (Bolivia), Universidade Central de Equador (UCE), Universidad de la República (Uruguai), Universidade Complutense de Madrid e CIESPAL.

5 – Aperfeiçoamento do trabalho de Cooperação Internacional. Avançando nos níveis de complexidade na produção de pesquisas conjuntas, na linha epistemológica de configuração de metodologias transformadoras.

6 – Apoio à qualificação dos cursos de comunicação em nível de graduação e especialização.

7 – Aprofundamento e ampliação do diálogo epistemológico com os programas de pós-graduação em comunicação do Brasil, principalmente nos Grupos de Trabalho da INTERCOM, CELACOM e COMPÓS.

8 – Ações de extensão universitária na perspectiva de qualificar os usos e conhecimentos sobre as mídias, procurando contribuir para a construção de uma cidadania comunicacional.

9 – Apoio para construção de mídias e processos comunicacionais inovadores.

10 – Produção crítica do conhecimento, na perspectiva de uma epistemologia da práxis transformadora das sociedades latino-americanas.

Coperação

comments