Marco Antonio Bonito

Atualmente Marco Bonito é professor dos cursos de Comunicação Social da Universidade Federal do Pampa (Unipampa) e doutorando em Comunicação pela Universidade do Vale dos Sinos (UNISINOS), sob a linha de pesquisa: “Cultura, cidadania e tecnologias da comunicação”. Atualmente desenvolve sua tese sobre as apropriações da comunicação digital pelos usuários com deficiência visual no Brasil. Concluiu seu mestrado em Comunicação Social, sob a linha de pesquisa: “Cultura midiática e grupos sociais”, pela Universidade Paulista (UNIP), em 2007. Sua dissertação de mestrado discorre sobre cibercultura e seus agentes sob o título: “Os informívoros do webjornalismo esportivo”. Graduou-se em Comunicação Social, habilitação em Jornalismo, pela Universidade de Taubaté (UNITAU) em 1997. Desde 1996 atua no mercado de comunicação e em 2002 começou sua carreira acadêmica. Em 2009 foi aprovado em dois concursos públicos para lecionar em universidades federais em Rondônia e Rio Grande do Sul. Ainda em 2008 foi coordenador e professor de pós-graduação e graduação dos cursos Comunicação Social da Faculdade Interamericana de Porto Velho (UNIRON). Antes, porém, foi docente das Faculdades Integradas Tereza Dávila (FATEA) e da Universidade Paulista (UNIP) por mais de 5 anos onde também desempenhou a função de coordenador dos cursos de Comunicação Digital e Informática. Já em 2009 foi o coordenador geral do Intercom regional norte, que foi realizado pela primeira vez no Estado de Rondônia e em todo o oeste amazônico, também colaborou organizando os Seminários do Conhecimento iNeo´09 que discutiu as Redes Sociais e as mídias digitais. Desde o ano 2000 foi voluntário da ONG “Eu quero ajudar” onde colaborou com o desenvolvimento do site e também com a assessoria de imprensa. No início de sua carreira começou trabalhando como freelance em agências de comunicação e editoras, momento em que aprendeu a produzir e editar conteúdo para todas as mídias eletrônicas. Com o tempo tornou-se especialista em cibercultura e consultor em tecnologias da informação para a comunicação. Foi o responsável pela criação e desenvolvimento do departamento de comunicação do Laboratório Oswaldo Cruz, de São José dos Campos, onde, além de desempenhar a função de assessor em comunicação e marketing, editava a Revista Oswaldo Cruz Cultural, o programa interno de rádio, bem como o site da instituição. Sua carreira ainda conta com passagens por editoras, jornais impressos, rádios e agências de publicidade. Tem experiência na área de Comunicação, com ênfase na Comunicação Digital, atuando principalmente nos seguintes temas: cibercultura, multimídia, tecnologia, internet, folkcomunicação, jornalismo esportivo e educação.

Currículo lattes

 

Atuação profissional

Professor e doutorando

Função no PROCESSOCOM

Integra a Comissão de Portal

comments