Culturas televisivas e dialogias sociais: configurações, pactos e sentidos de comunidades periféricas na TV

Coordenador
Carmen Virgínia Montenegro Sá Barreto

Pesquisadores envolvidos
Juciano de Souza Lacerda

Bolsistas do PIBIC e voluntários do PIVIC
Nayara klécia Oliveira Leite (PIBIC), Gláucio Pereira de Souza (PIVIC), Raíssa Lima Onofre (PIVIC),

Período
De agosto de 2009 até agosto de 2010

Resumo
A pesquisa desenvolve-se no âmbito do projeto PIBIC/PIVIC/UFPB/CNPq e tem como objetivo geral compreender as estratégias com as quais a TV comercial brasileira constrói propostas de pactos simbólicos, configura e produz sentidos de comunidades periféricas nos seus programas . No primeiro momento da pesquisa, na vigência do PIBIC/PIVIC 2008/2009 foram pesquisados os seguintes programas da TV Globo: Central da Periferia, Antônia e os quadros Lar Doce Lar, Lata Velha do Caldeirão do Huck. Na vigência PIBIC/PIVIC 2009/2010 estão sendo investigados os programas de telejornalismo da TV Globo e TV Record: Jornal Nacional e Jornal da Record e duas telenovelas dessas emissoras, Duas Caras e Vidas Opostas. Nessa investigação uma questão é central: entender a mídia televisiva em sua natureza comunicacional. Noutras palavras, como esse meio se põe em relação, como procura criar vínculo social ou como se dão os seus processos de interação social com os telespectadores. Busca-se analisar as relações entre comunicação, culturas televisivas e comunidades periféricas, em razão da imanência da questão dos vínculos sociais, dos laços de atração destas. Nessa perspectiva, procura-se entender a natureza audiovisual televisiva, suas lógicas, estratégias, enfim, questões relativas a dialogia, a exemplo do receptor construído nos discursos televisivos, as propostas de pactos simbólicos.

comments