Política Venezuelana e os conflitos simbólicos do ciberespaço

24 de outubro de 2017 Processocom

Doutor em Jornalismo pela Universidade de São Paulo, Coordenador na Venezuela da Rede Amlat como também integrada em grupos de pesquisa de universidades do Brasil, Argentina, Equador e Venezuela. A pesquisa de Adrián José Pailla Fernández reflete sobre o relacionamento poder-tecnologia e as consequências nos processos de subjetivação política no contexto tecno-mediático da sociedade venezuelana.

Seu trabalho tem como base caracterizar componentes de cidadania comunicativa que são moldados pelos intensos confrontos simbólicos nas redes eletrônicas, como twitter e facebook.

comments
#XI Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede AMLAT

Previous Post

Next Post