Memórias da família: processos de evocação e escritura

24 de outubro de 2017 Processocom

A partir da referência temporal datada em meados do século XX até o presente, no contexto de uma pequena cidade mineira no sul do Equador, o pesquisador Alberto Pereira Valerezo apresenta as experiências que ele acumulou no processo de evocação e escrita de suas memórias familiares.

Aberto falará no XI Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede Amlat, sobre as estratégias e táticas metodológicas que teve que adotar para evolução da sua pesquisa. Táticas essas, que são referentes as práticas históricas, socioculturais, educacionais, trabalhistas, alfandegárias, entre outras, que se tornaram um legado de testemunho para os descendentes da família.

comments
#XI Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede AMLAT

Previous Post

Next Post