A cidadania de pessoas com deficiência na cibercultura: um olhar para os atores humanos e não-humanos

19 de outubro de 2017 Processocom

A doutoranda em Comunicação e Culturas Contemporâneas da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Vivian Corneti, pretende identificar –  no XI Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede Amlat – Desafios da Investigação Transmetodológica em Tempos de Crise –  a maneira que as pessoas com graves quadros de deficiência física superam as dificuldades ocasionadas pela falta de acessibilidade dos equipamentos tecnológicos.

Baseando-se nos autores: CARVALHO, CORTINA, DIMENSTEIN e MARSHALL, ela busca um olhar aprodundado para investigar como ocorre a construção cidadã pela internet dessas pessoas. Partindo para uma análise mais técnica, a pesquisadora vai mapear, descrever e compreender a constituição e ação dos elementos sociotécnicos que constitutem a rede desenvolvida por este grupo para desempenhar essa atividade.

comments
#XI Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede AMLAT

Previous Post

Next Post