VEM AÍ: II COLÓQUIO INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRÍTICA EM COMUNICAÇÃO

26 de setembro de 2017 Processocom

Como parte integrante das atividades comemorativas dos 15 anos do Grupo de Pesquisa Processocom, o Processocom, a Rede Amlat e a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), promovem nesse ano o II Colóqjuio de Investigação Crítica em Comunicação [confira um vídeo de como foi o evento de 2016 – http://www.processocom.org/2016/08/02/video-veja-como-foi-o-coloquio-internacional-de-investigacao-critica-em-comunicacao/], tendo como temática central a Cátedra Economía y Políticas de Comunicación Armand Mattelart.

A Cátedra, presidida pelo Professor Dr. Alberto Efendy Maldonado desde junho de 2016, tem sede no Centro Internacional de Estudios Superiores de Comunicación para América Latina (CIESPAL), no Equador. Seu foco são pesquisas nas linhas de investigação: Políticas Nacionais de Comunicação; Economia Política da Comunicação, da Cultura e do Conhecimento; Colonialismo e Sistema Internacional de Comunicação; Comunicação, Cidadania e Democracia.

O colóquio será realizado nos dias 28 e 29 de setembro de 2017, no LABITICS da UNISINOS, campus São Leopoldo. O colóquio contará como disciplina (Colóquio Internacional de Investigação Crítica) pela Linha de Pesquisa Cultura, Cidadania e Tecnologias da Comunicação do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Unisinos, e terá validade de 1 crédito (com carga horária de 15h), para os alunos do PPGCC da UNISINOS e instituições conveniadas. Estudantes, pesquisadores, professores, militantes, estudantes de graduação podem participar com ouvintes. O evento é gratuito. Os ouvintes podem se inscrever no local durante o evento. Para os estudantes formais/regulares em suas instituições de ensino, a inscrição deve ser feita na secretaria.

Ementa

O colóquio está organizado na perspectiva de ampliar e intensificar a cooperação internacional em investigação crítica em comunicação na América Latina. Está pensado como uma dimensão de encontro reflexivo sobre experiências, estratégias, metodologias, projetos, teorias e perspectivas de transformação do nosso campo científico. Procura retomar as vertentes teóricas e metodológicas críticas latino-americanas nos seus diálogos e confrontações com o pensamento crítico mundial. Trabalha numa perspectiva epistemológica de continuidades e rupturas, na busca de alternativas transformadoras aos modelos acadêmicos conservadores da região. Pretende fortalecer os grupos de investigação, as comunidades acadêmicas e as cidadãs e cidadãos científicos, numa orientação construtiva, dialógica e renovadora dos afazeres investigativos, formativos e organizativos.

Palavras-chave: Investigação crítica; transmetodologia; cidadania comunicacional, integração; grupos de pesquisa.

A programação completa pode ser conferida abaixo.

II COLÓQUIO INTERNACIONAL DE INVESTIGAÇÃO CRÍTICA EM COMUNICAÇÃO

PPGCC-UNISINOS

Cátedra Armand Mattelart CIESPAL- Rede AMLAT- GP PROCESSOCOM

28- 29, setembro de 2017

UNISINOS- LABITICS

Coordenação: Alberto Efendy Maldonado; Jiani Bonin

Programação

28/9/17 – QUINTA-FEIRA

Horário                                  Pesquisadores/Palestras
8h45 Inauguração

Gustavo Fischer (UNISINOS – Brasil)

Efendy Maldonado (UNISINOS – Brasil)

9h00 Efendy Maldonado (UNISINOS- Brasil/CIESPAL- Equador)

Epistemologia histórica em comunicação: as contribuições de Mattelart

Lisiane Aguiar (UFRGS-Brasil)

Paradoxos da linguagem no saber metodológico: entre a lógica do sentido e do significado na experiência investigativa

09h50 Jiani Adriana Bonin (UNISINOS – Brasil)

Pensar os sujeitos comunicantes como cidadãos no processo investigativo

 

Liliane Brignol (UFSM-Brasil)

Comunicação em rede, dinâmicas interculturais e cidadanias migrantes: reflexões a partir de estudo com senegaleses no Sul do Brasil

10h40                            RECESSO (15 minutos)
10h55 Richard Romancini (USP- Brasil) 

Fernanda Castilho (USP/Fatec)

Investigar criticamente um evento ‘crítico’: múltiplas dimensões (comunicativas) das ocupações de escolas públicas em São Paulo

11h45 Nicolás Lorite (UAB- Espanha)

Jordi Grau (UAB- Espanha)

Juciano de Sousa Lacerda (UFRN- Brasil)

La relevancia social de la investigación audiovisual aplicada

                             ALMOÇO
14h30 Carmem Pereira (UFSC-Brasil)

Mídia, identidade e memória no contexto das inovações midiáticas e comunicionais de indígenas sulistas

                       

Rafael Foletto (UFSM-Brasil)

Recepção e agricultura: análise quantitativa e qualitativa do acesso a informações rurais e consumo midiático no Médio e Alto Uruguai

 

Marco Bonito (UNIPAMPA, Brasil)

Investigação crítica sobre as práxis do jornalismo deficiente no Grupo RBS de Comunicação

15h45 Adrián Padilla e Norah Gamboa (UNESR-Venezuela)

Cidadania, poder e tecnologia: textualidades transmediáticas e a pos-verdade no contexto venezuelano

16h35                            RECESSO (30 minutos)
17h05 Natalia Travesaro, Cintia Weckesser, Valeria Prato, Isa Paula Morais (UNC- Argentina- Equipo Democratizar la comunicación)

Prácticas de la sociedad civil por la democratización de la comunicación y la cultura, ante las medidas del nuevo gobierno nacional argentino

18h05 Gustavo Fischer (UNISINOS – Brasil)

Escavar e dissecar para produzir camadas: movimentos metodológicos para pesquisar os construtos de memória em ambientes online

 

Sonia Montaño (UNISINOS – Brasil)

O usuário no YouTube: coleções e inventários como procedimentos metodológicos

 

29/9/17 – SEXTA-FEIRA

9h00 Gabriel Kaplún (UDELAR- Uruguai)

La investigación de la comunicación en Uruguay: construyendo un lugar en el mapa latinoamericano

9h40 Patricia C. Bernal Mas (PUC-Javeriana- Colômbia)

Claudia Pilar García Corredor (PUC-Javeriana- Colômbia)

Lo invisible de los relatos mediáticos del dolor en Colombia

10h30                            RECESSO (30 minutos)     
11h00 Maria Cristina Gobbi (UNESP- Brasil)

Revista Chasqui na difusão da Elacom. Incursões do Projeto Memórias

 

Cicilia Peruzzo (UMESP- Brasil)

Comunicação popular e conhecimento em movimentos sociais rurais: o adeus ao modelo de “difusão de inovações”

12h00 Erick Torrico (UASB- Bolívia)

Decolonización: La Nueva Crítica Comunicacional

                             ALMOÇO
14h30 Nísia do Rosário (UFRGS-Brasil)

Experiências cartográficas e processos metodológicos dissidentes

15h10 Andres Kalikoske (UNISINOS – Brasil)

Ser cidadão em um mundo de consumidores: cidadania comunicativa, contra narrativa e pós-verdade

 

Graziela Bianchi (UEPG – Brasil)

Recepção jornalística: possibilidades, controvérsias e trilhas a percorrer

 

Alexandre Augusti (UNIPAMPA – Brasil)

A valorização hedonista no cinema noir italiano: análise fílmica de Romanzo Criminale

16h10                            RECESSO (20 minutos)
16h30 Gabriel Giannone (CIESPAL-Ecuador)

La experiencia editorial transformadora de la revista CHASQUI

 

José Pereira Valarezo  (YLLANAY-Ecuador)

Cecilia Novoa (YLLANAY-Ecuador)

La domesticación de la diversidad en la perspectiva de Mattelart

17h30 Edgar Vega (UASB- Ecuador)

Investigación sobre género y recepción en Ecuador

 

Márcia Veiga (UNISINOS – Brasil)

Gênero como uma perspectiva para pensar as relações de poder e de saber no campo da Comunicação e do jornalismo

 

comments
#II Colóquio de Investigação Crítica em Comunicação

Previous Post

Next Post