Thales Pimenta, integrante do Processocom, tem dissertação qualificada

30 de agosto de 2013 Processocom

Na última terça-feira (27), o integrante Thales Henrique Pimenta qualificou sua dissertação em banca composta pelos professores doutores Christa Berger, Fabrício Silveira e Jiani Bonin, orientadora, na sala 3A111 da Unisinos. A dissertação é intitulada “Enquadramentos midiatizados da memória coletiva do Massacre de Realengo e as suas marcas nas recordações de moradores do bairro” e aborda, tal como conta seu título, como a memória individual é marcada pela memória coletiva, sendo que a memória coletiva não é a soma das memórias individuais, mas sim apropriações do acontecimento a partir de “eu-sujeito”.

Thales trata da configuração de sentidos do massacre, a partir da memória enquadrada. Dimensão operativa da memória através dos referentes, lugares no contexto social, processo de midiatização. Em seu estudo Thales problematiza a questão da memória, a mídia não está simplesmente fornecendo os referentes para a memória, é preciso entender como as lógicas midiáticas implicam na vida dos sujeitos, que enquadramentos atravessam essa memória.

Abaixo, confira o registro fotográfico da banca.

Thales Pimenta

 

Christa, Jiani, Thales e Fabrício

comments
#banca#memória

Previous Post

Next Post