Pesquisas em Audiovisual foram destaque no IV Seminário Discente da Rede AmLat

23 de agosto de 2013 Processocom

Nísia Martins

Tamires Coêlho

O IV Seminário Discente da Rede Amlat contou com a apresentação de 19 trabalhos de alunos de Mestrado, Iniciação Científica, Iniciação à Docência e iniciação à extensão. As temáticas das pesquisas foram bastante diversificadas, mas foi possível perceber que o audiovisual associado a tecnologias digitais e à internet teve relevância entre as exposições.

Uma das mesas, composta por alunos de Mestrado do PPG Estudo das Mídias da UFRN, se direcionou especialmente à pesquisa em audiovisual, cujos focos se direcionaram para a construção de sentidos da recepção de vídeos veiculados no YouTube por PC Siqueira e Felipe Neto (Lidia Maia); o audiovisual independente e as mudanças advindas da lei 12.485/2011 (Ana Lucia Gomes); os usos e apropriações das redes sociais pelos audiovisuais paraibanos (Kleyton Canuto).

As apropriações de redes sociais digitais que compartilham conteúdo audiovisual, como o YouTube, vêm ganhando espaço nas pesquisas do campo comunicacional e, mais especificamente da Rede Amlat, como nas investigações das mestrandas Lorena Risse e Lidia Maia. Em uma sociedade na qual as tecnologias exploram cada vez mais o sentido visual, não há como negligenciar temáticas relacionadas a conteúdos, ferramentas e dispositivos audiovisuais.

Como resultados de atividade de monitoria, quatro alunos apresentaram experiências no uso de redes sociais e produção de vídeos para motivar os discentes à participação e estudo na disciplina de Teorias da Comunicação. As ferramentas desenvolvidas obtiveram resultados positivos, segundo os expositores.

A agência FOTEC, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, também destacou as pesquisas sobre audiovisual apresentadas no IV Seminário Discente, confira: http://www.fotec.ufrn.br/noticia-visualizar.php?id=351#.UhbEPD5n2eZ

comments
#Rede Amlat#VII Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras

Previous Post

Next Post