A comunicação diante das mudanças e desafios provenientes da Revolução Digital

18 de agosto de 2013 Processocom

Tamires Coêlho

Recentemente foi disponibilizado para download gratuito o livro “A Revolução Digital e os Desafios da Comunicação”, do prof. Dr. Sérgio Mattos – docente da Universidade Federal do Recôncavo Baiano –, que trata da “Era Digital” e de como as mídias tradicionais estão se comportando diante desse novo contexto comunicacional. O que chamamos de “Era digital” refere-se ao novo cenário tecnológico-comunicacional que estamos vivenciando e que desafia diariamente tanto meios de comunicação e quanto comunicadores.

A obra, lançada neste ano (2013), aborda as mudanças nos processos de produção e distribuição de conteúdos – em um momento no qual há enorme volume, diversidade e velocidade em relação ao que é disseminado pelos meios – e também traz à discussão a necessidade de adaptação e reestruturação das empresas de mídia, seja em relação aos seus modelos de negócio, quanto às formas de interagir junto a seu público-alvo.

A formação do jornalista, diante das novas tecnologias, precisou ser modificada, porque o mercado tem novas exigências. Como as mídias sociais se inter-relacionam à atividade jornalística atualmente? Que formação os jornalistas devem ter para entrarem preparados no mercado e dominando as múltiplas linguagens convergentes? Essas são algumas questões norteadoras do conteúdo abordado por Mattos em seu livro, instigando o debate em diversos âmbitos.

Várias pesquisas acadêmicas têm se voltado para essa temática, no sentido de compreender melhor como a comunicação (e o jornalismo) tem se modificado e sido impactada pelas novas mídias e pelas práticas advindas com a Era Digital. O IV Seminário Discente da Rede AMLAT, que acontecerá no dia 21 de agosto, terá mesas com apresentação de pesquisas científicas que abordam direta e/ou indiretamente questões voltadas à relação entre comunicação e os desafios da Era Digital. Entre elas, podemos destacar as investigações “Constatações acerca da exploração do ambiente digital do coletivo de migrantes uruguaios CCU-VS”, de Vitória Brito Santos, Paulo Júnior Melo da Luz e Maytê Ramos Pires; e “Processualidades em iniciação científica: construções e desconstruções de uma pesquisa em jornalismo em tempos de convergência tecnológica e cultural”, de Luis Sousa, Elthon Cunha, Melissa Fontenelle e Virgínia Sá Barreto.

O IV Seminário Discente da Rede AMLAT precede o VII Seminário Internacional de Metodologias Transformadoras da Rede AMLAT, que por sua vez ocorrerá nos dias 22 e 23 de agosto. Os seminários serão oportunidades de discussão e diálogo em torno de pesquisas no campo da comunicação e serão gratuitos. Neste ano, os eventos acontecerão em Natal-RN – no Auditório D do CCHLA, Campus da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – e serão transmitidos on-line para a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), na sala Conecta da instituição.

Você pode conferir mais informações sobre a programação das mesas aqui.

comments
#Rede Amlat

Previous Post

Next Post