Um Panorama da Mídia Publicitária no Brasil

5 de julho de 2013 Processocom

Tamires Coêlho

Em 2012, o investimento publicitário no Brasil foi de quase R$ 45 bilhões, e pesquisas apontam para uma tendência de crescimento, com um faturamento que pode alcançar a marca de R$ 70 bilhões investidos em ações de mídia em 2016. Dados como esses são parte de um mapeamento feito pela 26ª edição da Mídia Dados Brasil (http://mdb2013.bbi.net.br/), que foi lançada recentemente, dia 28 de junho, pelo Grupo de Mídia São Paulo – entidade com 45 anos de caminhada na investigação de práticas voltadas à atividade publicitária no Brasil.

Mídia Dados Brasil trouxe, na edição de 2013, informações relativas a sites de relacionamento social associados à sua penetração por região e países da América Latina. De 2009 a 2012, o Brasil teve crescimento, em relação a esses sites, consideravelmente superior ao mundial (em dezembro de 2012 o Brasil teve crescimento de 85,8%, 9,2% maior do que o crescimento mundial, de 76,6%). A publicação traz informações relevantes para quem pesquisa campos como o da Comunicação e, sobretudo, para os investigadores de objetos publicitários no cenário brasileiro.

Segundo a publicação é crescente o interesse sobre essa área não só porque os investimentos em ações de mídia têm aumentado – apenas as Casas Bahia e a Unilever Brasil investiram juntas mais de R$ 6,5 bilhões somente em 2012 –, mas também porque mais pessoas têm se profissionalizado no ramo, em um número maior de instituições com oferta de cursos como Marketing e Propaganda, Publicidade e Propaganda e Comunicação Institucional. Em 2011, mais de 2.300 instituições de ensino superior (IES) ofertavam cursos nessa área em território brasileiro.

No contexto latino-americano, ano passado o Brasil foi líder disparado no quesito investimento em propaganda, com 21,348 milhões de dólares – o equivalente a 54,2% do montante investido em toda a América do Sul em 2012. O segundo país que mais investiu foi o México, com 5,296 milhões de dólares e, em terceiro lugar, ficou a Argentina com 4,694 milhões de dólares investidos.

É importante frisar que o conteúdo de Mídia Dados Brasil, além de contribuir com estatísticas e dados relevantes às pesquisas acadêmicas, traz uma perspectiva de não buscar “fórmulas prontas” para o desenho de estratégias e ações de mídia, considerando que “cada caso é um caso” e que os fatores variam de acordo com cada empresa e com seu contexto.

A publicação do Grupo de Mídia São Paulo trouxe neste ano duas possibilidades digitais de acesso: uma delas mais tradicional, que apresenta o material na íntegra e todas as tabelas (uma versão digital muito similar à impressa), e outra versão mais interativa, com possibilidade de cruzamento de dados, conforme o interesse do leitor. A edição de 2013 de Mídia Dados Brasil também está disponível para download em dispositivos móveis, como smartphones – uma decisão estratégica, já que mobile continua sendo “a bola da vez” nas tendências junto às agências de propaganda.

comments

Previous Post

Next Post