História e Histórias dos Guarani

1 de agosto de 2010 Processocom

IHU OnLine – 27/7/2010

Entre os dias 12 de agosto a 14 de outubro, o Instituto Humanitas Unisinos – IHU realizará oSeminário Jogue Roayvu: História e Histórias dos Guarani, que debaterá sobre a sociedade guarani no sul do Brasil. Uma das palestrantes é a Profa. Dra. Maria Cristina Bohn Martins. Segundo ela, “estudar e compreender estas sociedades é um desafio e uma necessidade”, pois os guaranis “fizeram parte da história das regiões que hoje constituem o sul da América do Sul muito antes que os atuais Estados Nacionais aí existissem”. Em entrevista, por email,à IHU On-Line, Maria Cristina falou sobre o tema do evento.

Confira a entrevista.

IHU On-Line – O Seminário Jogue Roayvu: História e Histórias dos Guarani promoverá palestras e debates sobre as histórias do Guarani no sul do Brasil. Qual a importância deste debate histórico para a atual sociedade?

Maria Cristina – As sociedades indígenas, no Brasil e nas Américas, conhecem, atualmente, uma situação muito especial. Entre outros elementos desta situação devemos lembrar o incremento de sua demografia, a organização de suas lideranças e a luta por demandas que consideram essenciais. Desta forma, estudar e compreender estas sociedades é um desafio e uma necessidade.

IHU On-Line – Quais aspectos e reflexões serão abordados com a exibição do filme “A Missão”?
Maria Cristina – O filme é uma obra de ficção, de entretenimento, embora se refira a uma dada realidade histórica. Ele foi importante a seu tempo para aproximar o público leigo de um tema que a muito tempo seduz os especialistas. Nosso esforço nesta atividade será de tentar compreender quais as representações feitas pelo filme, pela obra ficcional, portanto, daquilo que foram as reduções, os 30 Povos das Missões.

IHU On-Line – Com toda sua história e histórias, qual é a maior marca que o povo Guarani deixou para a humanidade? Quais são as principais características deste povo?

Maria Cristina – Segundo o jesuíta Bartomeu Meliá, nenhum outro povo indígena da América do Sul recebeu uma atenção tão intensa e continuada de pesquisadores de diversos campos como os guaranis. Antropólogos, historiadores, arqueólogos, lingüistas e outros têm estudado os guaranis sob vários ângulos. Os guaranis fizeram parte da história das regiões que hoje constituem o sul da América do Sul muito antes que os atuais Estados Nacionais aí existissem. Eles experimentaram os efeitos da Conquista européia, das missões religiosas, da política de secularização destas missões no final do XVIII, das guerras de independência e da imposição da doutrina liberal sobre as jovens. Viram reduzidos seus territórios e sua população e transformaram-se muito neste processo. Em torno do que foram e são, se organizam debates, seminários e tantos outros eventos. Isto é uma marca e tanto.

****

O Seminário Jogue Roayvu terá ainda palestras dos professores Jairo Rogge Instituto Anchietano de Pesquisas – (IAP- Unisinos), Pedro Ignácio Schmitz (Instituto Anchietano de Pesquisas – IAP- Unisinos), Walmir Pereira (Unisinos) e Egon Heck (Conselho Indigenista Missionário do Mato Grosso do Sul).

Para inscrever-se, visite o site do evento.

Para ler mais:

comments

Previous Post

Next Post